(51) 99254-9161

(51) 3072-8911

maxxiauditiva@gmail.com

botão do Facebookbotão do Instagrambotão do Instagram

Perda Auditiva

A perda auditiva ocorre quando a habilidade de ouvir é reduzida e, assim, a pessoa encontra dificuldade ao conversar e ouvir outros sons. É um problema que pode aparecer em qualquer momento da vida, num processo gradual e indolor. Por esse motivo, pode demorar anos para que a pessoa perceba que tem perda auditiva, mas quanto antes o problema for tratado maior é a chance de ter bons resultados e uma melhor qualidade de vida.

Existem diversos fatores que podem causar perda auditiva, tais como:

  • Exposição constante ou extrema ao ruído
  • Envelhecimento
  • Infecções ou doenças crônicas
  • Acidentes
  • Fatores genéticos
  • Efeito colateral de medicamentos

Quando a perda auditiva é induzida por ruído (PAIR), os danos auditivos podem ser gerados por níveis contínuos de exposição de 85 decibéis. A intensidade sonora através dos fones de ouvido, por exemplo, pode facilmente atingir 110-120dB. Barulhos altos e repentinos como fogos de artifícios também podem causar perda auditiva induzida por ruído.

Prevenção

  • Usar protetor auricular em ambientes muito barulhentos (ex: trabalhadores de construções, fábricas, pistas de aeroportos, etc)
  • Não se expor continuamente a ambientes com altos níveis de ruído (ex: ouvir música em volume alto em shows/fone de ouvido)
  • Não introduzir objetos no canal auditivo, incluindo hastes flexíveis

Sintomas

  • As pessoas ao seu redor parecem murmurar e não falam claramente?
  • Alguém já te disse que teve que repetir várias vezes a mesma frase para você?
  • É difícil para você compreender quando alguém fala atrás de você ou ao seu lado?
  • É difícil para você acompanhar conversas em lugares barulhentos, como por exemplo em restaurantes?
  • Você sai menos de casa porque é difícil acompanhar as conversas com as pessoas nos lugares onde costuma ir?
  • Alguém já te pediu para diminuir o volume da televisão ou do rádio?
  • Você tem dificuldade em compreender a fala da outra pessoa ao telefone?
  • Você tem dificuldade em reconhecer, por exemplo, de qual lado um carro está se aproximando?

Se você se identifica com três ou mais questionamentos acima é recomendável que você procure um médico otorrinolaringologista e um fonoaudiólogo de confiança para um diagnóstico completo

perda auditiva condutiva é causada por problema na orelha externa ou média. Com uma perda condutiva, as ondas sonoras são bloqueadas conforme elas se movem através da orelha externa e média. Desde que o som não possa ser conduzido eficientemente, a energia sonora que chega à orelha interna é fraca ou baixa. Uma perda auditiva condutiva pode ser resultado de uma infecção, acúmulo de cera excessiva, fluido na orelha média, problemas nos ossículos da orelha média, perfuração de membrana timpânica ou um corpo estranho no canal auditivo.

Sinais/Sintomas que podem aparecer:

- Perceber a fala ou outros sons fracos ou abafados,

- Dor de ouvido ou secreção,

- Vermelhidão ou inchaço na orelha externa,

- Pressão ou sensação de ouvido tampado.

perda auditiva sensorioneural é causada por problemas na orelha interna (ausência ou lesão das células sensoriais auditivas). A onda sonora viaja normalmente através da orelha externa e média, porém, a orelha interna é incapaz de captar as vibrações ou é incapaz de enviar as vibrações para o cérebro. Ela geralmente ocorre nas duas orelhas. Uma perda sensorioneural pode ser resultado de infecção, doenças, algumas drogas, ruído excessivo, problemas no nascimento e idade.

Sinais/Sintomas que podem aparecer:

- Perceber a fala ou outros sons distorcidos ou não estão claros,

- Dificuldade em ouvir alguns sons (principalmente sons agudos),

- Ouvir um zumbido constante ou periódico,

- Dificuldade de entendimento da fala na presença de ruído.

perda auditiva mista é causada por problemas de orelha externa/média e orelha interna. Tipicamente, as ondas sonoras não são conduzidas efetivamente para a orelha interna, e uma vez que elas alcançam a orelha interna, as vibrações não podem ser captadas e enviadas para o cérebro. Portanto, uma perda auditiva mista é uma combinação de perda auditiva condutiva e perda auditiva sensorioneural.

Sinais/Sintomas que podem aparecer:

Veja “sinais/sintomas” em Perda Auditiva Condutiva e Perda Auditiva Sensorioneural.

perda auditiva central é causada por problema no nervo auditivo ou centros auditivos. As ondas sonoras são transmitidas normalmente através das três partes da orelha, porém, o nervo auditivo pode não ser capaz de enviar os impulsos elétricos para o cérebro ou os centros auditivos do cérebro podem não receber os sinais corretamente. A perda central pode ser resultado de traumatismos cranianos, doenças ou tumores.

Sinais/Sintomas que podem aparecer:

- Detecta o som, mas não é capaz de entender ou processá-lo.

Graus de perda auditiva

O nível de perda auditiva pode ser classificado como leve, moderado, severo ou profundo, de acordo com a dBNA que pode ser ouvida.

Audição normal
Média menor ou igual a 20 dBNA. Pode existir discreta perda sem implicação social.

Perda auditiva leve
Média entre 21 e 40 dBNA. Pode ouvir bem voz em intensidade normal, mas tem dificuldade com voz baixa ou distante. A maioria dos ruídos do dia-a-dia são percebidos.

Perda auditiva moderada
1º grau: média entre 41 e 55 dB / 2º grau: média entre 56 e 70 dB. A fala é percebida se a voz for alta. A pessoa entende melhor o que está sendo dito se estiver vendo quem está falando. Alguns ruídos do dia-a-dia ainda são percebidos.

Perda auditiva severa
1º grau: média entre 71 e 80 dB / 2º grau: média entre 81 e 90 dB. A fala é percebida se a voz é alta e mais próxima do ouvido. Ruídos altos são percebidos.

Perda auditiva profunda
1º grau: média entre 91 e 100 dB / 2º grau: média entre 101 e 110 dB/ 3º grau: média entre 111 e 119 dB. A fala não é percebida. Apenas ruídos muito altos são percebidos.

Perda auditiva total
Média acima de 120 dB. Nenhum som é percebido

Para descobrir se você tem perda auditiva e qual o grau consulte sempre um médico otorrinolaringologista, ele pode solicitar exames audiológicos com fonoaudiólogo.

O que é Zumbido

Zumbido ou Tinnitus não é uma doença e sim um sintoma que pode ser definido como a percepção de sons na ausência de estímulo sonoro externo. Algumas pessoas que sentem zumbido podem não se incomodar e ignorá-lo a maior parte do tempo, mas para outras pessoas o zumbido pode gerar muita angústia, impactando negativamente a saúde de quem sente.
O sofrimento gerado pelo zumbido pode estar associado a problemas como dificuldades de concentração, insônia ou pensamento negativo que podem amplificá-lo, tornando o zumbido ainda mais intenso em um círculo vicioso. O stress e ansiedade que a pessoa sente torna o zumbido ainda mais perturbador. 

Na maioria dos casos o zumbido está associado à perda da audição. Os estudos ainda não chegaram a uma conclusão sobre o mecanismo de ocorrência do zumbido. Mas existe a hipótese de que o zumbido acontece por uma tentativa de adaptação do cérebro à falta das células auditivas. E a falta da informação sonora causada pela perda auditiva faz com que a pessoa mantenha um foco maior no zumbido, ampliando sua percepção e consequentemente o incomodo.

O uso de prótese auditiva auxilia o tratamento do zumbido porque melhora a percepção dos sons do ambiente e das conversas, atraindo a atenção da pessoa para sons com significados positivos e diminuindo o foco no zumbido. Quanto melhor a pessoa escuta, menos perceptível pode se tornar o zumbido.

A prótese auditiva pode, além de atuar melhorando a percepção dos sons do ambiente, oferecer programação específica para tratamento de zumbido. Existem aparelhos auditivos que, conforme o fabricante e modelo, podem adicionar sons relaxantes emitidos pela própria prótese ou suprimir sons em casos de zumbido tonal. A terapia sonora tem como objetivo tirar o zumbido do foco de atenção principal, trazendo outros sons que podem ter um significado positivo para a pessoa.

Recomendamos a consulta com otorrinolaringologista para verificar a melhor tratamento para cada caso.